Conversava com amigos sobre o desfecho da última novela à portuguesa, na sua vertente desportiva, quando surgiu a questão, cerne de toda a discussão:


"Noya, despe a camisola do teu clube e diz-me se achas justo o castigo aplicado ao Hulk."


Sinceramente? Uma injustiça!
Se tivermos noção (ou conhecimento) que o Hulk avisa sempre quem o provoca que o melhor é não o fazerem, e que após isso não é responsável pelo que pode acontecer, está logo aí a primeira justificação para achar injusto o castigo aplicado.
Mais injusto vejo a decisão quando há que ter em conta a devastação que poderia ter surgido daqueles braços - o cordão de stewards podia perfeitamente ter sido arrasado e estilhaçado, já para não falar do túnel, balneários e parte do estádio que poderiam ter sido destruídos.
Tal deveria, juntamente com a anterior, contar como atenuante.


A curiosidade (ou coincidência - e eu adoro ambas) disto tudo é que o Hulk (O Incrível), para quem não sabia, no início fazia parte dos 'Vingadores' (The Avengers, no original) e não é que o Hulk (jogador) acaba a jogar num clube cujos dirigentes vivem num clima e sentimento diários de vingança contra o sul?


Mas como o que eu gosto mesmo é de ironia, o que me dá piada nisto tudo é o facto de os jogadores (não esquecer que o Sapunaru também "existe") terem sido suspensos preventivamente através de um regulamento que o fcp votou a favor e o Benfas contra...


"Ah, os stewars não sei quê...". Pois, mas com ou sem provocação, nem um nem outro jogador foi exemplarmente punido pelo clube e, ao contrário do que se espera de qualquer instituição com exposição mediática (logo exemplar), foram elevados à condição de vítimas.


E 4 e 6 meses de suspenão é muito tempo?
É, sem dúvida.
Mas quem fez e votou os regulamentos?
Quem é que parece os miúdos no infantário nas reuniões da liga?
Quem é que só olha para os próprios interesses na hora de decidir pelo bem geral?
Todos, certo?
Pena a culpa ser sempre dos outros...

8 comentários:

Cirrus disse...

Lindo!!

johnny disse...

Quem vai atrás faz sempre muito barulho. Às vezes deito-me a pensar se quando ia atrás também era assim... não sei. O que interessa é agora, o que interessa é que estamos a jogar melhor e vamos à frente. Querem fazer pensar que há jogos perversos nessa realidade, mas a pergunta que se tem de fazer, pedindo - como te pediram a ti - que tirem a camisola é uma: quem merece estar à frente?

(talvez te respondam Braga, mas é só porque não conseguiram tirar bem a camisola)

Moyle disse...

o Hulk arreou num gajo e o Sapunaru em dois. queria o quê? medalhas?

Catsone disse...

Concordo contigo quando falas que os jogadores não deviam ter reagido e que o clube devia ter punido aos dois.
Não posso concordar, no entanto, com a presença dos tais "intervenientes" naquele local. E, para além de não deverem estar ali, ali estavam e a provocar.
Ninguém gosta de perder. Concordo com a frase "o importante é competir", mas quando falamos de clássicos...
Mas, "prontos", não é assunto fundamental para os destinos do país.

Noya disse...

Cirrus,
e agora ainda mais lindo se tornou (só falta mesmo o Braga "deslargar").

Noya disse...

Johnny,
espero que ganhe quem mais merece... :)

Noya disse...

Moyle,
e levou-as (até parece que os gajos tinham morrido, tal eram as "homenagens"...).

Noya disse...

Catsone,
a verdade é que as leis são omissas e o slb (mal) aproveitou-as. Se há coisa que não me agrada é que o meu clube faça as coisas à moda de outros. Ainda assim a realidade é que cada um luta pelo poder (não é só na política) e ninguém se entende (parece que o Sporting está a querer sair novamente chamuscado). É apenas um espelho de tudo o resto...