Pergunto-me constantemente o que pensarão as pessoas quando me vêem sorrir (ou mesmo rir) do nada.
Pensarão muita coisa, presumo. Também eu penso...

Porque será que sorri quando saí do carro para ver se estava muito perto do carro de trás percebendo que estava a cerca de 4 dedos de distância? (O gajo não deve ter achado graça nenhuma...)

Acho que me divirto comigo próprio.
Demência?

7 comentários:

Cirrus disse...

Isso é só gozo!

Maya disse...

Acho que fazes bem.

Eu também sorrio quando sei que estou muito perto do carro da frente, quando acontece um solavanco. Vê lá tu que nem me dá tempo para sair para ir confirmar.

Pronúncia disse...

Devem pensar o mesmo que pensam as que me vêem a sorrir sozinha de mim para comim ou pior... a falar comigo própria quando faço uma asneirada qualquer!

Noya disse...

Cirrus,
não é nada :)

Noya disse...

Maya,
e depois dá-te pesadelos...

Noya disse...

Pronúncia,
semelhanças, semelhanças... :)

Moyle disse...

eu gosto muito de me rir sem razão aparente (para os outros, talvez, que para mim há motivo para tal).