Isto de estar a fazer as coisas com a mão esquerda está a mostrar ser uma experiência engraçada. Lá para o fim do ano espero já poder ser ambi-dextro.
Para que serve? Não faço ideia. Talvez me torne mais inteligente.

4 comentários:

Maya disse...

Olha que só te traz vantagens. Um dia que te falte a mão direita (temporariamente, temporiamente), não ficas desasado. :)

Está provado cientificamente que fazer as coisas com a mão habitualmente negligenciada (lavar os dentes, por exemplo), estimula o cérebro.

Noya disse...

Sempre gostei de estimulação. Do cérebro.

(Soubesse eu isso - soube-o há pouco tempo - e tê-lo-ia feito há uns 10 anos quando andei com uma tala na mão)

Cirrus disse...

Mais inteligente não diria. Mas o caso é para habilidosos, não para inteligentes. Estás safo.

Noya disse...

Eh pá!, se me tornar mais habilidoso (penso que seja esse o objectivo) já é bom. Sempre sonhei ser habilidoso.