Não existe o "altura certa no lugar certo" ou como muitos gostam de o definir, o destino.
Romanticamente falando é mais aconchegadora essa conclusão. É mais fácil assim. É mais fácil aceitar-se o que nos calha. Como se por artes mágicas nada mais fosse necessário fazer, construir ou reforçar.


A base de tudo, a grande diferença entre o que somos e o que poderiamos ser reside numa só palavra - confiança.
É isso que nos faz colher os frutos desejados. É cada um que faz os seus "momentos certos".
Nada mais.


Agora a pergunta do milhão de euros:
Como ter essa confiança?


Boa pergunta...
Um dia destes respondo.


Adenda: Parece que cerca de 5 "miners" no bucho, uns cigarrinhos para rir e saber as respostas de antemão ajudam...

4 comentários:

macaco do 1ºD disse...

Estimado,

É um prazer contactá-lo e em primeiro lugar elogiar pelo bom blog que expõe a todos nós, leitores.

Envio este coment para anunciar a abertura de um novo blog, o "Macaquinhos no Sótão". http://osmacacosdosotao.blogspot.com/

Um blog pensado há muito, mas que só agora decidi abrir.

Gostaria muito de contar com a sua ajuda na promoção deste blog, colocando o link se possivel.

Como é claro, retribuirei sem piscar os olhos em colocar o seu link na minha página!

Espero uma resposta sua.

Moyle disse...

cinco "minis" depois, o que não falta é confiança :D

LBJ disse...

Fuma-se uns cigarrinhos para rir? :)

Abraço

Pulha Garcia disse...

Sim, de facto uns cigarrinhos para rir e umas grades de cerveja fazem muito pela confiança. Melhor que isso só ter o enunciado do exame antes de entrar na sala de aula!