Toda a gente fala no último "caso": o José Trocas-te.

Pois eu prefiro focar-me em algo bem mais interessante e positivo, fazendo-lhe a devida referência, aqui neste espaço de alcance estratosférico - os novos 120 mil postos de trabalho a serem criados...


Batam-se as palmas e façam-se as vénias devidas!


Lá diz o ditado, em equipa que ganha não se mexe.

6 comentários:

João Cacelas disse...

E mais uma vénia para o congelamento das pensões e para os chorudos prémios dos administradores de empresas, que chegam a roçar o pornográfico.
De facto, a equipa ganha, mas é só para seu proveito próprio.

Maria...ia disse...

Concordo plenamente! Até porque ainda estou à espera que me seja "sorteado" um lugar (porque isto do mérito tem que se lhe diga...)!

;)

Moyle disse...

é que ao todo serão 270 mil em 8 anos. brilhante.

Noya disse...

João,
e hoje acabo de saber que os ministros têm direito a subsídio de alojamento (que pode ir até aos 1400€/mês) caso tenham morada de residência a mais de 100km do local de trabalho. É um direito que os assiste, mas não deixa de ser vergonhoso. É só mais uma para juntar ao já muito pouco que nos conseguem caivar...

Noya disse...

Maria,
é uma questão de saberes ou quereres lamber botas. Mas tu é que sabes...

Noya disse...

Moyle,
e ainda o criticam. Palhaçada!