É o Mundial... (Adenda do post anterior)

Se há coisa que não suporto são comportamentos totalmente opostos vindos da mesma pessoa.
Se antes do jogo somos os maiores e os principais candidatos a conquistar o mundo (seja no que for), já no fim - e com um resultado aparentemente desfavorável - somos inversamente os piores. Ou porque "não jogam nada" ou porque "são vedetas", ou "só são bons a ganhar dinheiro" e por aí adiante.
Gostei particularmente do "os gajos não devem sequer ter desfeito as malas".

Claro que há quem durante o próprio jogo consiga transpôr a barreira do ridículo intervindo com "ai que agora é que eles (os adversários) marcam" e, pior que isso - aconteceu-me - torcerem (sim, torcerem) pela Costa do Marfim.

Decidam-se de uma vez! Estamos lá, não estamos? Então que raio...?!

De uma coisa tenho a certeza, se o queixume pagasse dividendos, Portugal era um país riquíssimo. Provavelmente o mais. Agrada-me (ironia) este país em que todos são os melhores, mais competentes, mais inteligentes e sábios mas que por algum motivo insiste em arrastar-se lá no fundo da classificação.
Pois, é das chefias. E dos outros. Esses malandros...

6 comentários:

XR disse...

A culpa é sempre "deles", sejam lá "eles" quem forem...
"Eles" dizem que vão aumentar os impostos; "eles" dizem que vai chover imenso; "eles" dizem que A, que B, ou C...

Raisparta "eles" todos!

Dora disse...

Neste país vai-se de bestial a besta em 90mn.

Moyle disse...

Bipolaridade melancólica. é o perfil psicológico das gentes deste jardim mal-plantado.

Noya disse...

XR,
"eles" somos nós todos.

Volta sempre :)

Noya disse...

Dora,
e em 90 minutos (ou devo dizer 45?) já são novamente bestiais.

Noya disse...

Moyle,
Bipolaridade melancólica? :D Muito bom!