New year's resolutions


Motivado, em parte, pelo luto (relacional), disponho aqui a minha futuramente concretizada lista de objectivos para o ano que se apresenta - não necessariamente pela ordem disposta:

- Resolver problemas pendentes pessoais (que já estão, inclusive, em marcha). Nada de mais;
- Fazer um workshop de Cozinha Japonesa. Apenas para auto-recreação;
- Fazer também um curso de vinhos. De preferência com o meu irmão. A primeira reacção pareceu indicar essa possibilidade;
- Fazer paraquedismo. Sem dúvida alguma! O curso logo se vê após as sensações do(s) primeiro(s) salto(s);
- E quem sabe bungee jumping...;
- Viagem: Irlanda ou Gorongosa. Realidades e ambientes completamente opostos. Um deles sentirá, por certo, o peso do meu corpo;
- Continuar a conhecer o nosso Portugal;
- Mudar de local de emprego. Que me desculpem os meus colegas mas gosto demasiado do que faço para continuar a definhar como acontece actualmente;
- E claro, deixar de "pensar" tanto.

Confesso que sou (ou era?) daqueles que acha esta história do "Este ano é que é!" ridícula. Passar do 31 de Dezembro para 1 de Janeiro é tão natural como de um outro dia qualquer para o seguinte. Mas por esta deixei-me levar pelo espírito da coisa. Se comecei com o cuecão azul e com a nota no sapato, porque não também a famosa lista? Cá estarei para riscar da mesma um por um (com fotos e tudo).

PS: A foto não pretende, nem de longe, mostrar a forma como me vejo. Gostei da frase. E é por uma excelente causa. A saber - Christopher Reeve Foundation.

1 comentário:

A lés de mim disse...

Esta minha passagem não teve cuecão nem cuequinha azul, e nota no sapato muito menos... ao invés teve (muito) boa companhia!
Pode ser que este me corra (ainda) melhor :D

***