"Só tenho dois braços"

Já me chamaram chato muitas vezes. E sei que consigo sê-lo.

A minha melhor amiga já me chamou chato por fazer perguntas dificeis de responder. Por lhe pedir opiniões e conselhos acerca do sexo feminino. Também por lhe fazer perguntas para as quais já tenho a resposta. Por aparentemente ter encalhado na idade dos Porquês. E por mais umas quantas que agora não me vêm à memória.

E se o meu melhor amigo não me chama, de certeza que pensa.

Já me chamaram chato por afinidade, isto é, aborrecido - está visto que insultar, trair e bater me fariam explodir na escala de "Interessante" - mas nunca me tinham chamado chato por ser exigente. Haverá algum mal em querer e GOSTAR que as coisas sejam feitas de forma exigente? Que sejam bem feitas e não desleixadas?

Indignado, fui procurar no dicionário se "exigente" seria sinónimo de "chato". E não é que apareceu "impertinente" como uma das hipóteses. Meu Deus!

Parece que já estou a ver o discurso de posse do próximo (se não for o mesmo...) Primeiro-Ministro: "Temos que ser exigentes para inverter a nossa situação!... Desculpem, exigentes não, que isso é chato".

Agora a sério, alguém me diz se é possivel voltar atrás no tempo, digamos... Uns dias antes do 25 de Abril de 74? A ver se vou lá incitar a revolta com pauladas e pedradas em vez de cravos. É que nos tornámos muito brandos e pouco rigorosos com tudo o que fazemos. E acho que em parte foi por isso. É certo que o sol e a praia não ajudam muito... Mas não é caso para deixarmos as coisas para o próximo fazer.

Mais uma resolução do novo ano. Vou deixar de ser exigente e passar a ser rigoroso. E até que é bem mais pomposo.

Não vos chateio mais. Bom fim-de-semana.

1 comentário:

d disse...

Exigente nunca será sinónimo de Chato...

Isto para mim, claro está, mas isso sou eu que sou rigorosa e gosto das coisas bem feitas:/

K&H
Dark Moon