Ai, ai...

Descobri recentemente que tenho 2 pais. Um, o biológico. O outro, bem... O outro tem vindo a afirmar-se (intensamente) há coisa de 2 meses. É, nada mais nada menos que o meu irmão.

Não há nada que faça que não prescinda dos seus comentários/conselhos/preocupações.

Ora é porque não durmo as 8h, porque viu que menos que isso provoca mil e um malefícios. Ora é porque não levo o cachecol porque está frio e me vou constipar... (são tantas que nem me ocorrem mais)
"Fizeste-te isto? E aquilo? Vais onde? E vais quando? Chegas quando? Olha que isso faz mal!"

Claro que a minha preferida foi na viagem para o Alés enviar-me uma mensagem a acautelar-me para o aquaplaning...

Se uma mãe galinha já dá "trabalho"...

Não há mesmo nada a fazer senão deixar-me levar. Ocorre-me algo, mas é melhor não avançar com ideias. Pode ser que um dia aconteça.
E, no fundo, no fundo, até é engraçado. E reconfortante (lamechas!). Não me posso queixar.

Parece-me uma crise de terço de idade... Assim como eu estou a ter uma crise de sono, o que claramente prejudica este espaço. Vai dormir, malandro, que as 8 horas começam a fazer-te falta!

1 comentário:

Gingerbread Girl disse...

Aaaaaaaah... =D

Não te queixes. Acho isso muito sweet. ^^

O infinito amor de irmão. =)


kiss*