90000??

Se há coisa que há algum tempo pretendo é alterar um pouco o estado das coisas por este canto. Percorro outros blogues e identifico-me mais aí do que com os meus prórpios textos. E gostaria de não falar tanto sobre as mesmas tretas que (infelizmente, pelo menos a curto prazo) não posso mudar. Mas por vezes a matéria torna-se incontornável.

Ano novo, vida nova, dizem. Nunca percebi bem porquê... Mas enfim, é o que temos e é com isso que há que viver, ou viver à parte e não dar muito nas vistas. Mas na realidade o que se verifica é ano novo, vida velha, palhaçada das antigas, prioridade que não é prioridade mas ainda assim se arrasta vai sei lá para quantos meses!

Como é possível continuarem pessoas a determinar os direitos de outras pessoas? Eu tenho a resposta, mas é feia (e grosseira - e pretendo continuar com a promessa...).
Começa a parecer possível o referendo sobre se pessoas "diferentes" devem ter direito aos seus direitos universais como seres humanos. Serão entregues amanhã (hoje) pouco mais de 90 mil assinaturas na Assembleia com vista ao referendo. E só um acto anti-democrático o impedirá de ser, pelo menos, debatido.

E que direito têm os responsáveis por estas assinaturas decidir sobre a vida de outros (e em que estado de elevação moral, social e humana se revêem, já agora)?
Nada!
Absolutamente nada!
Mas é assim, a vida... E lá vamos "mamar" com mais uma chatice.

Esta mania de referendar tudo o que mexe... Porque não aproveitar a embalagem e referendar sobre se podemos comer hamburgers do Mac ou do Burger King, ou mesmo em casa? Ou porque não referendar sobre se deve ou não ser crime de saúde pública espirrar para o ar, ou simplesmente tossir, ou mesmo tirar macacos do nariz? E já agora, porque não ir a votos para saber se deve haver adeptos de algum clube que não do glorioso? Ou ainda melhor que tudo isso, porque não fazer um referendo para enviar esses adoradores de pessoas do mesmo sexo para uma região qualquer no interior, que, coitado, está a desertificar? Sei lá, em jeito de Goulag? Porreiro, não? Assim lá iamos salvar essa instituição sagrada e tão nobre como é o casamento.
Se bem que referendar sobre se a estupidez deveria ter como pena a morte não seria má ideia de todo...

E não me obriguem a ir até à questão da adopção. "Superior interesse da criança". Por favor...
Até porque está mais que provado que os grandes ditadores, os maiores psicopatas e assassinos deste mundo foram todos educados por homossexuais...

Numa coisa concedo a todos que têm intervindo sobre este assunto. De facto este assunto não é uma prioridade do país, pois já há muito que nem se deveria pensar em falar nisto, já era para estar mais que resolvido.

Jesus sofreu na cruz para salvar a Humanidade. Otário...


PS: Desculpa pelo texto comprido, Maya. Inicialmente pensei que sairia um textito para aí com umas 5 ou 6 linhas.

12 comentários:

Maya disse...

Desculpo-te, claro. :)

Eu compreendo que ao escreveres sobre o tema te tenhas empolgado e escrito mais do que o pretendido. Desconfio que me sucederia o mesmo ... Mas eu já nem penso no assunto (devia, porque parece que a estupidez não foi sanada e reincide a cada passo ...). Dizia que já não penso no assunto porque para mim nunca foi motivo para discussão. Isto de querer atentar sobre a liberdade dos outros só tem um nome: terrorismo.

Portugal está a abarrotar de terroristas - pelos menos uns 90.000 são-no ...

Estás a ver como também escrevi mais do que o costume ...

Beijo (sim, um beijo - que eu estou romântica hoje ...)

Suspeita disse...

Concordo em pleno! Bom post!

Moyle disse...

anima-te rapaz :D é um novo ano :D

johnny disse...

E o que é que eu estava a fazer quando li "ou mesmo tirar macacos do nariz"? Precisamente.

Assim se vê a capacidade de mobilização do Rui Santos e destas pessoas que querem o referendo. O Outro esteve quase dois anos e ao pé destes... nem metade conseguiu... nem um terço, na realidade!

Eu sou apologista dos referendos para tudo - acho que todas as decisões políticas importantes deviam passar por referendo - , por isso não posso ser agora contra este, mas se eles pensam que por ir a referendo o casamento não vai para a frente... acho que estão enganados.

13 disse...

Maya,
andas muito reomântica, sim... :) (Isso é bom ou mau? Presumo que bom...).

13 disse...

Suspeita,
obrigado. Mas mais que isso, bem-vinda :)

13 disse...

Moyle,
but same old stories...

13 disse...

Johnny,
a vasculhar...? :)

Mas nós elegemo-los para alguma coisa, certo? Sabemos quais os programas quando votamos nele. Compreendo a tua ideia, mas aí estavamos bem lixados...

LBJ disse...

Assino e subscrevo, cambada de Otários!!!!!!! Quem quer se quer f%$#&%r que se case, olha eu que o diga :D

Grande abraço e Grande ano para tí!

13 disse...

LBJ,
não ando com grande cabeça por isso qui vai:
Por acaso casaste-te?

Outro abraço e um grande ano para ti também!

Gingerbread Girl disse...

Mainada!

Ora, se eu um dia quiser passar para a the other team, não vou puder casar?!? Não faltava mais nada!

Monica Bellucci (L)
Angelina Jolie (L)


^^


*baba-se*

13 disse...

Ginger,
eu se fosse mulher também mudava para a outra equipa :)