É o Mundial...

Irá a braçadeira cair?
E será que alguma vez deveria ter sido envergada? Não estará a pesar-lhe em campo? Não estará a ser-lhe prejudicial?

Erros de capitania (que o foram e tremendos) à parte, e diga-se o que se disser, é um jogador fabuloso. Por mais inveja que isso cause.

8 comentários:

Maya disse...

Décimo quinto ...

Noya, sem dúvida nasceu com os pés virados para o céu, mas não é apenas o 'dom' ou talento, como lhe quiseres chamar, que faz um bom líder ou capitão.

Cirrus disse...

Ora aí está. Penso que de facto a braçadeira de capitão lhe pesa e o inibe com as responsabilidades acrescidas. Não o deixa concentrar apenas naquilo que sabe fazer e muito bem, dar pontapés na bola. Dar a breçadeira a quem já a envergou anos a fio (Simão) é imperativo. CR não tem capacidade para liderar, tem capacidade para jogar. E pareceu-me que a primeira inibiu a segunda.
Fabuloso para os tempos que correm. Há 20 anos, seria uma lenda.

Moyle disse...

o Jesus hoje disse tudo quanto a isso.

Dylan disse...

Sou a favor de se retirar a braçadeira ao "ketchup explosivo".

Noya disse...

Maya,
já falta pouco :) Depois de te ler é que reparei que não tinha deixado a minha opinião quanto a isso. Há muito (desde que se tornou pública a decisão) que defendo que ele não deve ser o capitão. Não o vejo com esse perfil.

Noya disse...

Cirrus,
depois do que disse e fez não há outra alternativa. Resta saber quem será o substituto.

Noya disse...

Moyle,
acabei de ler sobre isso. É algo típico nosso, creio. Não sei como é nos outros países, mas parece-me que cá não se valoriza muito os sucessos alheios.

Noya disse...

Dylan,
eu nunca fui a favor de ele a envergar.