PORTUGAL PROFUNDO, ou a convergência de valores.

Facto curioso este. Diria mais estranho que curioso.
Ou nem um nem outro? Talvez pertinente se adeqúe mais.

Passadeiras pintadas, obras acabadas, ruas (bem) sinalizadas, estradas sem buracos, rotundas finalizadas; Até churrasqueiras em tijolo estrategicamente espalhadas pelas localidades.

É, não é? As eleições à porta...

Mas serão eles assim tão diferentes?
Será o comum cidadão assim tão diferente?

É interessante.
No trabalho passam-se as horas e o ritmo é calmo e constante. Mas quando a hora de sair se aproxima aí... É um "ver se te avias" como se não houvesse amanhã. Tudo é urgente. Tudo tem que ser tratado com o máximo de prontidão e rapidez. De repente perdem-se as capacidades orais e sociais. "Desculpa mas agora não tenho tempo, estou quase a sair".

Na relação é o mesmo.
Ao princípio nada é impossivel. Tudo é possivel. Há sempre tempo e disponibilidade.
É uma corrida dos 100 metros com a inocente crença de ser uma maratona.
Ele é guiado pelo espírito conquistador dos antepassados. Ele é atencioso, só tem olhos para ela. Mais ninguém existe no mundo. É prestativo, carinhoso e educado. Ele respira paciência. Luta, esgrima, faz contorcionismo e figura de parvo se necessário. Ela é o seu moínho de vento. Nada o pode parar. Ela é ela - a tal.
Mas com o tempo tudo se inverte e negligencia-a. É uma igual às outras. Nem tanto. Desceu do pedestal.
Até que a chama se consome. Não pode!
Novamente o espírito da conquista, desta vez carregado pelo orgulho combalido. E aí vai a votos. Novo "mandato" ou mudança de ares?

No futebol, por exemplo, uma equipa passa ao lado do jogo até aos 85 minutos. Então é vê-los a correr como nunca. A jogarem todos ao ataque, como se da vitória dependesse a vida deles. A aplicarem o famoso "chuveirinho".

Eles não são diferentes de todos nós. "Eles" são "Nós". Eles são um espelho do mundo. Quer queiramos, que não.

É assim o Homem. São assim as leis do Homem.

14 comentários:

João Cacelas disse...

No lugarejo onde me encontro a residir houve recentemente, uma visita do nosso presidente Cavaco. Era vê-los a trabalhar que nem doidos para arranjar as estradas que tinham mais buracos do que muita cidade do Iraque destruída pela guerra. Ah, mas o pormenor mais interessante é que só foram arranjadas as estradas por onde o Cavaco passou.

Treze disse...

João,

essa de só arranjarem as estradas por onde ele passou é excelente! :D (ironia)

GiGi disse...

Para se chegar à minha casa, deve-se passar por uma rua totalmente esburacada e muito irregular. Na época em que o Papa veio, brincávamos: "bem que o Papa poderia passar por aqui, aí, sim, eles arrumariam isso aqui!" eheheh

Sim, pois toda uma reforma, em todos os aspectos, foi feita às vésperas da vinda do pontífice.

Em época de eleição é a mesma coisa.

Parece que aqui a população em si é posta normalmente a último plano.

Inconstante disse...

e não é que o povão acredita mesmo??? nós (humanos) gostamos de acreditar mesmo que tenhamos a certeza de que estamos a ser enganados...tanto na politica, como no amor...é isso mesmo - faz parte da nossa condição

Treze disse...

GiGi,

e eu a pensar que nós (portugueses) eramos o expoente máximo dessas tácticas... ao menos o ser humano é igual em todo o lado.

Treze disse...

Inconstante,

eu aos poucos (com as experiências que já tive) já vou largando essa condição... (mas depois lixo-me na mesma porque o que importa é mesmo o momento e não o comportamento constante)

Inconstante disse...

espero que estejas a referir-te ao amor...;-)

Treze disse...

Inconstante,

amor e trabalho.

Pronúncia disse...

Treze, é sempre assim! Damos sempre muita atenção a tudo o que nos agrada e enquanto é... novidade!

Quando a novidade deixa de o ser, a atenção passa a ser menos intensa e constante, ou então acaba mesmo!

Treze disse...

Pronúncia,

é estranha, esta raça humana...

Gingerbread Girl disse...

As pessoas são dividas em 2 grupos:
1. mulheres
2. homens

No entanto tanto o grupo 1, como o grupo 2 não fazem qualquer sentido.

Para mim apenas há "pessoas"... seres completamente individuais. As características clássicas já deixaram de se aplicar há muito tempo.


*

Gingerbread Girl disse...

Enganei-me no post...-.- acho que já é a segunda vez que isto me acontece! :x

Vou fazer copy paste. ^^

LBJ disse...

Conseguiste misturar reeleições com final de dia e murchar de relações, davas um bom conselheiro de marketing :)

Abraço

13 disse...

LBJ,

obrigado pela visão optimista(?) :). Nunca se sabe quando se tem que mudar de profissão...