Viagem dourada.

Há qualquer coisa de mágico quando se atravessa a Marginal - especialmente com o céu descoberto. Não sei o que é.

Talvez seja o mar, brilhante e vibrante, enquanto aconchega o sol.
Não sei. Tudo o resto é alcatrão e carros.
Só pode ser da conjugação das minhas partes favoritas da Natureza (sol e mar) e da minha natureza (descontracção sem racionalização).

A magia sublima e completa-se com o percurso através do Guincho.
O vento aparece, triunfante, mas o que deslumbra os sentidos é mesmo a cor do mar (infelizmente não muito ilustrativo pela foto - a máquina tem dias e ainda não a domino...)... Um verde extraordinário!
Mas não é um verde qualquer. É um verde de tons azulados, se é que me faço entender (só o perceberia vendo, para ser sincero).

Mas para a viagem ser MESMO completa, falta ir mais além. Falta percorrer o resto da estrada até Sintra. E aí sim, o dia conquistado.

A concretizar...

E há coisas fantásticas que se descobrem quando a única opção no auto-rádio são as estações de rádio...



PS: Por vezes a felicidade é tão simples, não é?

13 comentários:

Gingerbread Girl disse...

É sim senhor!!

By the way... sábado que vem, às 9 da noite, é favor sintonizar a Rádio Comercial. ;)


kiss*

Treze disse...

Não pode ser para o outro Sábado? É que aí estou disponível. Lá terei que pedir à mãezinha para gravar o que vai dar (não digas o que é)

Pronúncia disse...

Treze, nas minhas curtas férias em Junho, fiz essa estrada muitas vezes. Já a conhecia, mas é sempre agradável e um descanso para os olhos e para a mente.

Gosto de te ler tão de bem com a vida... :)

É bom, não é?!

Treze disse...

Pronúncia,

será mais um regalo, pois um descanso é perigoso :D

Às vezes é dificil saltar por cima de tanta coisa, mas mais do que nunca tento não pensar nisso e ver o que há de bom para aproveitar :) Peço é desculpa pelos textos anteriores de revolta, mas é mais forte que eu :)

Rafeiro Perfumado disse...

E chegado a Sintra subir até ao castelo e delirar com o azul da vegetação!

francis disse...

o fim da tarde na marginal é das melhores vistas que há.

mjf disse...

Olá!
Sem duvida a marginal tem o seu encanto:=)
O desencanto é transito infernal...

Beijocas

Treze disse...

Rafeiro,

o azul da vegetação é do mais bonito que há! :D

Treze disse...

francis,

sem dúvida, grandioso :)

Treze disse...

mjf,

olá! Sê bem-vinda :)

Pois, eu só vou para lá quando não há trânsito (esperto...) :)

Bj.

Gingerbread Girl disse...

Treze, já disse o que é lá no Gatas!
E fiz um grande espalhafato Ginger Style... =D


*

LBJ disse...

Como já disse algures uma vez a marginal é como uma cobra de mar que se aconchega à terra :9

Têm graça teres referido a rádio, que a minha favorita é... a Marginal :)

Abarços

Treze disse...

LBJ,

já disse ao João e digo agora a ti, tenho que te entregar o meu mail e password. Eu penso e tu escreves :). "Uma cobra que se aconchega..." Só tu.

Engraçado também foi ter descoberto (não estou a mentir) a Marginal nesse dia (porque oiço a Radar, que fica logo ao lado e "dessintonizou" para lá) e foi aí que ouvi a música :)