COISAS LIXADAS DA VIDA, ou a teoria da (in)felicidade segundo a ASAE

Tirem as sardinhas aos Santos; o bacalhau às pataniscas; os tremoços à jola; o Ronaldo ao Manchester; o capachinho ao Tony; o emplastro ao FCP; a ginja à Ginjinha, mas não tirem as Bolas de Berlim à praia!

É tão triste estar estendido na toalha e ver o vendedor ambulante debaixo de um pesado calor aludir aos gelados e às bebidas... E as bólinhaasss?? Onde estão?!

Tenho para mim que o Dr. António Nunes era um daqueles putos anafados que viam no Verão e na praia o seu ponto alto do ano motivado unica e exclusivamente pelo momento em que saboreava a bolinha e que os pais numa tentativa de que numa bóia de salvação - ou numa âncora... - não se tornasse, o proibiram de as comer e então "se eu não posso mais ninguém poderá", cresceu com o trauma da Bola perdida e lutou pela vida fora precisamente com o objectivo de chegar a um posto que lhe permitisse arrasar com a felicidade de todas as criancinhas - eu incluído - e com o maior quinhão do ganha pão dos senhores bronzeados - com cor de, precisamente, Bola de Berlim sem creme - e assim satisfazer a sua crónica insatisfação.
Obrigado senhores pais Nunes!

Haverá alguma coisa que se compare à Bola de Berlim comida na praia? Não!
Já tentei no café. Não é a mesma coisa.
Já fui à esplanada. Tem o sol mas falta-lhe mais.

Não há nada na vida - e esqueçam essas coisas tipo pôr-do-sol, som do mar, primeiro beijo, amar... - que se compare àquele misto de massa frita, gordura, açúcar já meio envolvido com areia, o lamber de dedos com sabor a mar e fritos!

Realmente se há coisa que me lembro de ouvir os meus pais me alertarem, enquanto esperneava, amuava, pedinchava e ameaçava atirar-me ao mar e viver com os peixes - e isto tudo já a fazer o pino -, era que muitas crianças iam parar ao hospital e algumas até morriam a caminho derivado de uma qualquer congestão alimentar por causa das ditas...

O que será feito destas crianças de hoje? Onde é que isto vai parar?

Ó ASAE, não tens mais nada para fazer?

Nota: Eu sei que esta medida não foi implementada agora, mas o ano passado não tive praia...

PS: E este tempinho, hein?

10 comentários:

Gingerbread Girl disse...

Isso é a sério?!? :o

Acabaram-se as bolas na praia?!? :s

...

=\

Bem... podes sempre comprar a bola no café e leva-la para a praia, se bem que se fica sem o factor surpresa. :s


E este tempo... hein? -.-' na há pachorra.

Pronúncia disse...

Há coisas que eu não compreendo!

Então esses senhores da ASAE nunca ouviram dizer que "Perdoa-se o mal que faz pelo bem que sabe"?!

Realmente é de uma frieza e insensibilidade total tirar as bolas à praia... só quem nunca as comeu é que pode fazer isso!

E que tal uma petição para repor as bolinhas no areal?!

Já agora, Santos sem sardinhas, pataniscas sem bacalhau e Ginjinha sem ginjas também sou completamente contra...

Que tempinho?! Aqui para cima está um calor abrasador e um sol de rachar :D

Inconstante disse...

se tiveres sorte ainda encontras os traficantes de bolas, que as vendem de surra...apanheium no algarve (heheheh...)
...já nem a porra das castanhas assadas vêm no papel da lista telefónica.
vai-se a ver um dia destes só se podem fazer bebés por inseminação por causa das nojeiras...e se a intenção não for essa, olha...arranja-te ;-)

Treze disse...

Ginger:

Pois é... É a vida. Quanto a comprar no café, não é a mesma coisa. É triste, sinto que uma parte de mim morreu :)

Treze disse...

Pronúncia:

Alguma vez! Esses senhores pensam que são paizinhos dos portugueses, uns chatos de primeira!

Petição? Eu estou lá!

Espero que chova para aí, já agora :D Qué p'ra ver o qué bom!

Treze disse...

Inconstante:

Sorte a tua :) Quanto ao "mercado negro", já é mais complicado... Mas para a próxima meto conversa através do gelado :)

Tenho-me arranjado ;D

Dri Viaro disse...

Passo pra conhecer seu blog, e desejar boa semana

bjsss

aguardo sua visita :D

Treze disse...

Dri:

Bem-vinda e obrigado :)

Princesa (des)Encantada disse...

Já não há???? Bolas, que é mesmo daquelas coisas que fazem mal mas sabem tãããããõ bem... Também gosto de "línguas da sogra" na praia (sem ironia!) e já há muito tempo que não encontro. Também baniram??

Treze disse...

Princesa:

É um escândalo!
Se faz mal não sei, mas tens razão - muita! -, sabe tão bem. Malditos!

Quanto às linguas não tenho a certeza, mas tenho impressão que sim.