Até logo...

São 23h e estás com sono?

Isso é bom sinal. É sinal que vais dormir bem e reparar os sonos trocados.

São 23h30 e rejeitas uma saída com amigos.
Precisas de dormir. Não o fazes há muito.
Não, obrigado. Gostava mas estou de cama e já não saio.

10 minutos depois (será?) estás do outro lado.
Mais um sonho chato.

Mas dormes, e muito!

Ou não... São 6 da manhã (!!) e acordas sem despertador, sem preguiça, sem vontade de permanecer na cama, mas não tens para onde ir. Estás definitivamente "trocado".
Ficas a pensar. A recordar. A desejar.
A projectar.

Foi bom o dia de ontem.
"Mais vale tarde que nunca". Onde quer que isso te leve, enquanto levar e tiver força e paciência para te levar, estarás bem acompanhado.

Vais recuperar o tempo perdido.
O tempo não volta atrás nem ficas mais novo, mas o espírito deve e pode combater isso.
O espírito é, se o quiseres, eternamente jovem, livre.
O corpo rebela-se mas o espírito é mais forte.

Vai, faz, lê, estuda, observa, vive!
Enquanto der, por experiência própria, mais vontade e propensão terás para mais realizar, para mais desfrutar e para menos preguiçar.

Aconteça o que acontecer, não mais serás o mesmo.
A tua vida é a tua oportunidade. Não olhes para trás. Há tanto para fazer e conquistar...

Este espaço é meu. É algo que posso afirmar com toda a convicção.
Não o é por obrigação nem para ser mais um.
Embora tenha começado intermitente e titubeante, rapidamente me apercebi que se tornou uma obrigação, uma necessidade escrever - ainda que na sua maioria estupida e opacamente e sem grande proveito externo - tornando-se algo natural.

Sendo ou não o Eu aqui presente, seja um reflexo do que sou ou fui, seja um misto ou ainda algo que não consigo ser, é ao fim e ao cabo, algo que passou a dar-me gozo. Que se tornou parte de mim.
Tudo quanto observo, tudo quanto gero, tudo quanto vivencio e principalmente toda e qualquer parvoíce que é processada e transformada no meu cérebro, que não têm qualquer valor, nem para mim, quanto mais para quem lê, acaba por me transportar até aqui.
Ainda que nem metade das coisas que me passam por lá apareçam por aqui.

Pausar parece-me um bom motivo por agora.
Um dia.
Uma semana.
Um mês... Não sei.

Não é por cansaço. Não é por falta de (fracas) ideias.
Muito menos por estar farto.
Como já referi, tornou-se parte de mim.
Para o bem e para o mal.
Para o bom e para o mau.
Não acreditando em prazos nem em planos, sinto que este vai ser um compromisso para muito tempo da minha vida.

Mas estarei por aí.
A fazer comichão.
Quanto mais não seja a fazer-vos perder 2 segundos a lerem comentários.
Como sou sádico, espero mesmo é obrigar-vos a gastar algo de precioso como o tempo para me responderem.

Preciso de tempo para "crescer".
Preciso de tempo para ir, fazer, ler, estudar, observar e -principalmente - viver!
Preciso de me perdoar.
Há muito carrego isto e o pior que pode haver é essa incapacidade para o fazer.
Preciso essencialmente de mim.

Tudo na vida tem um fim.
Eu gosto de (e quero) acreditar que tudo na vida tem um recomeço.

Vou só ali fazer um reset (detesto estrangeirismos mas aqui tem que se aplicar) e volto já.

Até logo.

12 comentários:

forteifeio disse...

Aonde é que pensas que vais.

faz favor de fazer o reset rápido.

Gingerbread Girl disse...

Realmente és mesmo sádico!!!
Eu podia estar neste momento a fazer um pic-nic!!!

João Cacelas disse...

Então, também tu?

Pronúncia disse...

Pensas que vais onde?!

Tu nem te atrevas a ficar muito tempo sem dar notícias... és mesmo sádico, agora que já eras visita obrigatória... piras-te!...

Vá lá, dou-te direito a umas fériazitas, mas que sejam rápidas, se fâxavor!

Também foste infectado pelo vírus, foi isso?! Toma um TODD que isso passa num instante...

Volta rápido ;)

Treze disse...

forteifeio,

vou ali'já venho.

A ver vamos, tentarei.

Treze disse...

Ginger,

nesse caso não consigo ser sádico e tenho que me auto-penitenciar. Pic-nic é pic-nic...

Treze disse...

João,

coisas da vida, infelizmente.

PS: Ainda bem que resolveste somente tirar umas férias.

Treze disse...

Pronúncia,

agradeço-te as palavras. Posso não ser anfitrião, mas far-me-ei convidado. É sempre um prazer :)

Moyle disse...

bebe sagres que isso passa :)

Treze disse...

Moyle,

talvez esteja aí a solução :) O problema é que não bebo (nem posso).

Moyle disse...

Treze,

isso é que é pior... enquanto os comprimidos para dormir forem líquidos a coisa não é muito grave, mas se nem esses...

johnny disse...

Se não podes beber Sagres, bebe Super Bock que isso passa.

(como também estive afastado, não vi estes posts, mas fica agora o cotributo)