O que significa ser português?

Há manifestações de todas as espécies e para todos os gostos, das quais destaco as mais ridículas para dar efeito ao que se pretende:

- As ridículas e "coitadinhas": Manifestações/homenagens a criminosos.
- A estupida (sim, isso mesmo): Manifestação a favor da liberalização da cannabis.
- A ainda mais estúpida (ou não, que a anterior é bem forte): Manifestação efectuada por membros de extrema direita contra negros, amarelos, vermelhos e brancos - sim -, disfarçada pela questão do desemprego - só esta daria matéria para mais um texto, mas agora não tenho tempo que ainda estou em reflexão.

Mas eis que aparece um povo capaz de bater o que de mais rídiculo conseguimos concretizar, ainda que este descenda de Portugal em termos linguísticos, embora com um português mal (ou preguiçosamente) falado, com um sotaque estranho e com vogais muito abertas.



Sim, foi mesmo isso que viram e ouviram.
Já vi muita coisa mas desta não estava eu à espera.

Será que aqui o Estado também tem responsabilidades? Deve oferecer algum tipo de incentivo?
Mas mais importante que isso é se será que com a entrada do Acordo namorar se vai tornar mais dificil?
Ou será que com menos palavras chegaremos lá mais facilmente?

Não sei. O que sei é que é para esta malta que vamos perder consoantes e riqueza linguística.

E já que falo no famigerado, parece que o assunto vai a Parlamento por via de uma petição pública contra o Acordo Ortográfico.
Interessante mesmo é verificar que até dentro do próprio Governo existem discordâncias quanto ao Acordo, "falando-se" inclusivamente de um adiar da entrada em vigor do dito.
Uma vez que já não é possivel voltar atrás - o Brasil já o usa desde o início do ano -, a solução passa por um adiar - o que duvido.

Ou seja, tudo o que o tuga faz, é em jeito de futebolês: Pontapé para a frente!

O que significa então ser português?
Executar primeiro, pensar depois.

PS: Ainda estou em fase reflectiva mas o bichinho-carpinteiro foi mais forte que eu. Teve saudades vossas. Voltarei, quando voltar...

10 comentários:

Moyle disse...

eu acho que esta manifestação foi um paradoxo (concordando que tenha sido um nível de estupidez mais refinado ainda) porque foi só uma desculpa do pessoal para conhecer gajas(os).

Se eles pusessem o mesmo esforço em serem pessoas interessantes estas manifestações não seriam necessárias :)

Treze disse...

Moyle,

uma desculpa bem óbvia! Nem podia ser outra coisa, mas o que é estupidez é estupidez e tem que ser realçada :)

forteifeio disse...

Existe o movimento dos sem terra e este é o movimento dos sem enterra.

Gingerbread Girl disse...

Aposto que se fumassem umas ganzitas... andavam bem mais satisfeitos e não se metiam a fazer estas figuras...



*cof cof

I.D.Pena disse...

Muito bom o Post.

Claro que falta aquela infima parte em que se preocupa com o país e que o debate; Assim como aquela parte em que expressa as suas opiniões.

(O que me faz lembrar do Guterres. Quando se repetia intermitentemente insistindo no diálogo.)

Pois bem. A verdade, a meu ver, é que o povo português só precisa de melhorar ...

Alguns escolhem ficar, outros escolhem fugir, e muito poucos escolhem voltar.

:)

Pronúncia disse...

Voltastiiiii!!!!!!

Realmente esta manifestação bate todos os records de estupidez... merecem um lugar no Guiness!

Que esperam conseguir com a manifestação?! Que o governo os apoie e lhes arrange namorados(as).

Dou razão ao Forte que resumiu muito bem a questão!

Espero que tenhas mais ataques destes, seja mais forte que tu e venhas aqui mandar uns bitaites ;)

Treze disse...

forteifeio,

:D

Treze disse...

Ginger,

eu acho é que já andam a fumá-las. Já elas não sei...

Treze disse...

I.D. Pena,

bem-vinda aqui ao espaço :)

Claro que falta (ficará para outro post - ou será que já escrevi sobre isso o que havia a escrever?)

Cada vez mais o "debate" passa por estes sítios. Supostamente quem o deveria fazer em local próprio anda à cata de votos ou é inconsciente social (demagogo).

Mais do que só faltar ao português melhorar, falta abrir os olhos e unir-se. Será possivel?

Treze disse...

Pronúncia,

aos poucos... :)

Eu espero resolver o que há para resolver, porque coisas destas não me faltam ;)