Lá me vão levar o Pitbull...

... Se vencer, obviamente!

Está escolhido o cabeça de lista às europeias pelo PSD. É o Paulo Rangel.

E é pena, pois era o único que, apesar da sua irritante voz, dava luta no parlamento. E que dava algum "gozo" às sessões parlamentares.

O Louçã é o que se vê, nem a uma mosca faz mal, apesar de algumas impertinentes perguntas.
O Jerónimo, esse, coitado! Quantas vezes o ouvi "perguntar" ao Socas para quê a cara de gozo - o que significa que não só não belisca como é beliscado, tanto a ouvir como a falar.
O Paulo Portas... Bem, esse já se sabe que o Socas só não lhe cospe porque não seria um acto de boa educação. Mas espezinha-o, vá...
E os outros... Nem sei quem são...

É certo que ninguém toca sequer ao de leve no primeiro-ministro, pois como se sabe, é mestre na arte de contrariar e dar a volta às questões. Qualquer que seja a pergunta, contrapõe sempre com o "lembra-se há 4 anos quando afirmou que blá, blá, blá...", e já se perdeu a questão inicial.
Mas o Rangel ainda conseguia puxar por aquilo. Consegue captar a atenção. E é certo que faz baixar o som da tv também...

De modo que me dá pena ver o anão partir - se vencer - para o parlamento europeu, no meio de centenas deles que por certo não fará grande mossa.

Vi esta noticia na Sic notícias em que antes se falou sobre as previsões do Banco de Portugal para a nossa economia. E falou-se no mais importante, o (des)emprego.
Nicolau Santos - que para quem não sabe, é o Director-Adjunto do Expresso - dizia relativamente ao possivel aumento do desemprego:

"Esta questão não pode ser só da responsabilidade do Estado. Tem que ser também das empresas e das pessoas dentro dessas empresas que têm ordenados mais elevados e que têm certas responsabilidades perante trabalhadores com salários mais baixos."

Concordo. O Estado tem o seu papel, claro. Principalmente na negociação com as empresas. Mas não podemos andar sempre de mão esticada e à espera do encosto do Estado.

Quanto à questão interna nas empresas, é assim tão difícil perceber? Ou o egoísmo é mesmo assim tanto, e que se lixem outros?

3 comentários:

Moyle disse...

acho que o PSD só teria a ganhar se fosse mesmo a Tutankhamona da líder do partido a concorrer às europeias e botarem a candidato a PM o Passos Coelho [nem sei se é assim que se escreve o nome do pobre]. Aposto que faria abanar um bocado as projecções para as legislativas.

o Rangel animava mesmo, num bom sentido, o debate paralamentar [não é gralha] mas aquela voz de desenho animado não era fácil de aturar.

Treze disse...

Tutankhamona?? Brutal! :D

Agora mais a sério. Quer-me pparecer que os gajos no PSD não sabem bem o que fazer. E o Socas feliz da vida com isso...

Gingerbread Girl disse...

Eu acho que se o governo não entrar de fiscalização salarial dentro das empresas... isto tá tudo fodidº.
Não deviam ser permitidos despedimentos em empresas em que gestores e doutores e WHATEVER ganham salários milionários.

*