Sempre a bater no "séguinho"

A verdade é que se torna, cada vez mais, impensável não falar mal. Não apontar constantemente os erros ou o dedo (ou dedos, pela quantidade de acontecimentos). Não gozar. Não muitas coisas...

Antes de sair para ir comprar o "Expresso" resolvi clicar no seu site. E eis o que me salta à vista, de imediato. Um notícia acerca do Magalhães, a apontar os erros que este traz consigo (no caso, num jogo). "Descobertos" pelo deputado José Paulo Carvalho.
E no qual se fez uma lista (não exaustiva, referiu) de alguns.
Aqui fica o copy/paste (evidentemente não vou sublinhar os erros - sei que o "meu" público os identifica... Outras o autor identifica.):

* "Cada automóvel só pode mover horizontalmente ou verticalmente. Tu deves ganhar espaço para permitir ao carro vermelho de sair pelo portão à direita.";
* "O Tux escondeu algumas coisas. Encontra-las na boa ordem.";
* "Carrega nos elementos até pensares que encontras-te a boa resposta. (...) Nos níveis mais baixos, o Tux indica-te onde encontras-te uma boa cor marcando o elemento com um ponto preto. Podes utilizar o botão direito do rato para mudar as cores no sentido contrario.";
* "Dirije o guindaste e copía o modelo.";
* "Abaixo da grua, vai achar quatro setas que te permitem de mexer os elementos.";
* "O objectivo do quebra-cabeças é de entrar cifres entre 1 e 9 em cada quadrado da grelha, frequentemente grelhas de 9x9 que contéem grelhas de 3x3 (chamadas 'zonas'), começando com alguns números já metidos (os 'dados'). Cada linha, coluna, e zona só pode ter uma vez um símbolo ou cifre igual." (nota: instruções para o jogo sudoku);
* "Carrega em qualquer elemento que tem uma zona livre ao lado dele. Ele vai ir para ela.";
* "Enfia a bola no buraco preto á direita.";
* "Com o teclado, escreve o número de pontos que vês nos dados que caêm.";
* "O objectivo do jogo é de capturar mais sementes do que o adversário. (...) Se os jogadores se acordam no facto que o jogo está num ciclo sem fim, cada jogador captura as sementes do seu lado.";
* "Ao princípio do jogo 4 sementes são metidas em cada casa. O jogadores movem as sementes por vês. A cada torno, um jogador escolhe uma das 6 casas que controla. (...) Se a última semente também fês um total de 2 ou 3 numa casa do adversário, as sementes também são capturadas, e assim de seguida. No entanto, se um movimento permite de capturar todas as sementes do adversário, a captura é anulada (...). Este interdito é ligado a uma ideia mais geral, os jogadores devem sempre permitir ao adversário de continuar a jogar.";
* "Aceder ás actividades de descoberta.";
* "Pega as imagens na esquerda e mete-las nos pontos vermelhos.";
* "Carrega e puxa os elementos para organizar a historia."(nota: "historia" é repetidamente escrito sem acento);
* "Saber contar básicamente.";
* "Move os elementos da esquerda para o bom sitio na tabela de entrada dupla.";
* "Puxa e Larga as peças no bom sitio."(nota: "sitio" nunca é escrito com acento);
* "Com o teclado, escreve o número de pontos que vês nos dados que caêm.";
* "Primeiro, organiza bem os elementos para poder contar-los (...).";
* "Carrega no chapéu para o abrires ou fechares. Debaixo do chapéu, quantas estrelas consegues ver a moverem? Conta attentamente. Carrega na zona em baixo à direita para meter a tua resposta.";
* "Treina a subtracção com um jogo giro. Saber mover o rato, ler números e subtrair-los até 10 para o primeiro nível.";
* "Quando acabas-te, carrega no botão OK ou na tecla Entrada.";
* "Conta quantos elementos estão debaixo do chapéu mágico depois que alguns tenham saído.";
* "Olha para o mágico, ele indica quantas estrelas estão debaixo do seu chapéu mágico. Depois, carrega no chapéu para o abrir. Algumas estrelas fogem. Carrega outra vês no chapéu para o fechares. Deves contar quantas ainda estão debaixo do chapéu.";
* "Lê as instruções que te dão a zona em que está o número a adivinhar. Escreve o número na caixa azul em cima. Tux diz-te se o número é maior ou mais pequeno. Escreve então outro número. A distância entre o Tux e a saída à direita representa quanto longe estás do bom número. Se o Tux estiver acima ou abaixo da saída, quer dizer que o teu número é superior ou inferior ao bom número.";
* "Tens a certeza que queres saír?";
* "Aprende a escrever texto num processador. Este processador é especial em que obriga o uso de estilos (...)";
* "Neste processador podes escrever o texto que quiseres, gravar-lo e continuar-lo mais tarde. Podes estilizar o teu texto utilizando os botões à esquerda. Os quatro primeiros permitem a escolha do estilo da linha em que está o cursor. Os 2 outros com múltiplas escolhas permitem de escolher tipos de documentos e temas coloridos pré-definidos.";
* "Envia a bola nas redes";
* "É preciso saber manipular e carregar nos botões do rato fácilmente.";
* "O objectivo é só de descobrir como se podem criar desenhos bonitos com formas básicas (...)."
* "O objectivo é de fabricar um forma dada com sete peças.";
* "Quando o tangram for dito frequentemente ser antigo, sua existência foi somente verificada em 1800." (nota: explicação do tangram, um quebra-cabeças tradicional chinês);
* "Mexe as peças puxando-las. Carrega o botão direito nelas para as virar. Selecciona uma peça e roda à volta dela para a rodar. Quando a peça pedida estiver feita, o computador vai reconhecer-la (...).";
* "Reproduz na zona vazia a mesma torre que a que está na direita.";
* "Reproduzir a torre na direita no espaço vazio na esquerda.";
* "Puxa e Larga uma peça por vês, de uma pilha a outra, para reproduzir a torre na direita no espaço vazio na esquerda.";
* "Move a pilha inteira para o bico direito, um disco de cada vês."(nota: as quatro últimas frases são as instruções dos jogos "Torres de Hanoi" e Torres de Hanoi simplificadas" - "Hanoi" sem acento no "o");
* "Torno dos brancos";
(nota: a vez de jogar das peças brancas num jogo de xadrez);
* "Joga o joga de estratégia Oware contra o Tux.";

Pelos vistos ainda há mais. Estes são só uns quantos... Sim, estou a bater novamente no ceguinho....
Há mais alguém para lá de mim que já esteja farto deste "remedeia em vez de prevenir"?! É que já cansa!

Como é que esta gente faz os negócios? Não testam os produtos? É à confiança cega? Isto sim, é o verdadeiro choque! Mas não é tecnológico...
Haja competência, uma vez que seja!

E a empresa de software? Puseram quem a escrever? Miudos da quarta classe? Já ouviram falar de dicionários? E de revisores? Não? Está explicado...

E, já agora, onde andam os professores no meio disto tudo? Não repararam? Ou estão tão ocupados com a Maria de Lurdes que o resto é deserto?

E os pais? Compram as coisas e nem se certificam do produto que estão a "incutir" aos filhos?
Já me esquecia, os pais não têm essa obrigação. Nem de os educar. Os professores é que têm, não é?

Continuemos, então...

E o mais problemático disto é que queria escrever sobre a Carolina e vou-me perdendo nestas... "Pérolas" que me distraem de tal.

Olheim, tenhão mazé um bom fim de semana e divirtão-se.
Atenciosamente,

DD.

2 comentários:

Gingerbread Girl disse...

:o

NO WAY!!!! :o


Quando chegar a casa tenho de verificar isso... SIM, porque eu tenho lá um Magalhães em casa...

-.-'


Good god! :s


De qualquer das formas DD... só dá para ver esse género coisas APÓS a compra do computador.
A culpa não é dos professores nem dos pais, mas sim de quem os colocou no mercado nesse estado e tornou a sua compra obrigatória.
Não é como um livro que se possa folhear e encontrar erros... aquilo vem hermeticamente fechado e é entregue pelos serviços secretos. Quem refilar leva com um bastão no lombo.

Sou eu quue to digo DD... SOU EU QUE TO DIGO!!


Bum Fim de smana pa ti tãobem e ôbrigado por nos ter-mes alertado.

kiss*

DD disse...

Eu não disse que a culpa era dos pais ou dos preofessores. Fiz foi referência ao facto de andarem distraídos... Como certas pessoas... ;)